In�cio

 

Campanha "A Segurança Responsável"

Entre os vários dados apresentados, este estudo mostrou que cerca de 30% dos inquiridos afirmaram ter transportado, alguma vez, em percursos curtos e a maioria em localidades, crianças sem cadeirinha.

42% das crianças retiravam os braços do sistema de arnês (cintos da cadeira) que é o mesmo que dizer que as crianças viajavam num sistema de retenção mal instalado, sendo este ineficaz para proteger as crianças em caso de acidente.

No dia 18 de Março de 2013 foi apresentado o estudo da campanha “A Segurança Responsável” realizado pelo Automóvel Club de Portugal (ACP) , a Cybex e com a colaboração da Prevenção Rodoviária Portuguesa (PRP). Este estudo é o resultado do primeiro grande inquérito nacional sobre segurança infantil dentro do automóvel.


Realizado no website do ACP, teve a participação de 1.856 automobilistas que transportaram no último ano, crianças menores de 12 anos e com uma altura inferior a 1,50 metros.

O objetivo deste estudo foi conhecer os hábitos dos condutores, identificar os problemas mais comuns no transporte infantil e analisar as consequências do uso incorreto dos Sistemas de Retenção para Crianças (SRC).

Quase 30% dos automobilistas inquiridos afirmaram ter transportado pontualmente uma criança sem cadeira, sendo o mais comum, em percursos relativamente curtos e/ou dentro de localidades.

Um acidente pode acontecer a qualquer velocidade, num grande ou pequeno percurso, dentro ou fora das localidades, e por isso mesmo é importante usar sempre e corretamente um SRC.

Alguns dados relevaram também que 30% dos inquiridos considera que a segurança das crianças está a ser descuidada devido à crise e 28% disseram não saber. Estes números deverão ser tomados como um apelo à segurança das crianças, dentro e fora do automóvel, que tem efetivamente espaço para melhorias.

 

Neste estudo ficou também demonstrado que cerca de 42% das crianças que viajam em SRC retiravam os braços do sistema de arnês (cintos da cadeira) e 17% diretamente o desapertavam/retiravam, deixando o sistema de retenção utilizado ineficaz, ficando a criança exposta a lesões graves ou mesmo morte em caso de acidente.

 

Tendo em conta os resultados do inquérito efetuado em Dezembro de 2012 foram realizados os seguintes “Crash Test”

Crash Test: Uso incorreto dos SRC



Este impacto não pretende avaliar a eficácia da cadeira mas sim a sua má utilização e as consequências de isso mesmo. O uso da cadeira sem a utilização do sistema de arnês demostra claramente a exposição da criança a lesões graves, uma vez que não possui qualquer proteção do sistema na parte superior do tórax.

Crash Test: Novos sistemas de retenção



Neste segundo impacto é utilizado um SRC da Cybex com a almofada de segurança que substitui o arnês protetor. Com este sistema a criança fica restringida de sair do seu sítio, ao mesmo tempo que lhe proporciona liberdade de movimento.


Ao analisar os resultados das provas de impacto o ACP, a CYBEX e a PRP recomendam levar sempre uma criança bem segura numa cadeira de qualidade homologada, que tenha obtido bons resultados nos testes europeus dos Sistemas de Retenção de Criança, corretamente instalada e adequada ao peso e tamanho da criança em todos os trajetos, por muito pequenos que estes sejam.

As cadeiras de segurança protegem a vida dos mais pequenos, assim como também a dos restantes passageiros e ajudam a prevenir qualquer e possível ferimento em caso de travagens bruscas ou acidentes.
 

De forma a informar os pais e os diversos condutores sobre a segurança dos mais pequenos esta campanha conta com a distribuição massiva de folhetos com conselhos uteis e práticos de como comprar, como montar, como transportar em segurança, os vários sistemas de retenção existentes e onde constam as recomendações mais importantes para transportar as crianças dentro do automóvel em segurança.

 

                                          

                                   


Descarregar material da campanha

“A segurança Responsável”
 


Para mais informação:
Inês Saldanha
ines@milleniumbaby.com
Bruno Branco:bruno.branco@netcabo.pt  T: 00351 96 45 65 8 80
Millenium Baby, S.L.
Progreso 53. 08850 Gavá (Barcelona)
T. (+34)936 366 756


 

 

Campanhas de sensibilização

Cintos de Segurança e Sistemas de Retenção para crianças

  • 1. No âmbito do Plano Nacional de Prevenção Rodoviária foi lançada a Campanha “Cintos de Segurança e Sistemas de Retenção para Crianças”.
  • 2. Com esta Campanha mais do que sensibilizar os utentes para a problemática do uso do cinto e dos SRC, pretende-se sim conseguir alterar o comportamento das pessoas explicando o que acontece ao corpo humano num acidente aos ocupantes que não viajem protegidos pelo cinto de segurança ou por um SRC.
  • 3. Os objectivos do PNPR são, que no final de 2005, o uso do cinto seja superior a 90% no banco da frente e a 60% nos bancos de trás. Pretende-se, ainda, que na mesma data mais de 70% das crianças sejam transportadas com SRC.

Foram produzidos dois filmes – um referente à necessidade do uso do cinto no banco de trás e outro sobre SRC, que passaram nas 3 estações de televisão.

De modo a complementar a mensagem dos filmes, foram ainda produzidos dois “spots” de rádio que passaram nas diversas rádios nacionais, assim como ”mupis” que foram distribuídos por todo o pais aproveitando os espaços oferecidos pelas diversas autarquias e cartazes que foram afixados em locais de grande circulação de público como Centros de Saúde, Postos da GNR e PSP, Câmaras, Repartições Públicas, etc.

Mupi -- AdultoMupi -- 
Crianças

Através de contagens realizadas em todo o país, durante o mês de Julho de 2003, obtiveram-se dados que vieram confirmar a grande necessidade desta Campanha.

No final de Fevereiro de 2004, foram realizadas novas contagens com o objectivo de verificar se a Campanha realizada já teria começado a surtir efeitos.

Os resultados obtidos, mostram uma melhoria significativa dos resultados anteriores, conforme se pode verificar nos quadros em anexo:

Tabela 
de resultados

© 2011 PREVENÇÃO RODOVIÁRIA PORTUGUESA – Todos os direitos reservados

Morada: Estrada da Luz, n.° 90, 1.° andar - 1600-160 Lisboa - Telefone geral: 21 00 36 600 - Fax: 21 00 36 649 - e-mail geral: prp@prp.pt

Optimizado para Microsoft Internet Explorer 5+ / Macromedia Flash 7 / Adobe Reader - Powered by: sharpNet