In�cio

Pais vigilantes, filhos mais seguros

Nunca é demais insistir junto dos pais para treinar o seu filho no trânsito, nomeadamente quanto ao comportamento defensivo que devem assumir nos trajectos casa-escola.

As crianças têm dificuldade em adaptarem-se às condições do trânsito e em enfrentá-lo pois o trânsito é feito para os adultos e não para as crianças.

As crianças têm, por exemplo, dificuldade em reconhecer o lado direito do lado esquerdo, de calcular as distâncias e as velocidades dos veículos, de forma a poderem atravessar em segurança. Tarefas que os adultos desempenham geralmente com grande facilidade.

Os pais sabem que ninguém os substitui nos principais ensinamentos, porque a criança confia antes de mais neles, para tudo. Mas... como protegê-la? Como começar? O que é que os pais podem fazer em concreto?

Podem fazer muita coisa! Podem sobretudo dar bons exemplos, ou seja, ter as atitudes correctas na presença da criança, que os seguem em tudo.

Podem também treiná-la para desempenhar os comportamentos mais seguros enquanto passageiro, peão e condutor, do mesmo modo que a ensina a apertar os atacadores, a vestir-se conforme a estação, a comer com faca e garfo, a fazer a sua higiene diária, etc. Para tal aproveite os momentos em que, com ela, é passageiro, peão e condutor, quando se deslocam no dia-a-dia.

  • Use sempre o cinto de segurança; faça uso de um sistema de retenção adequado à idade do seu filho, independentemente do percurso que vai fazer.

Dê o exemplo. Mostre à criança que também põe o cinto de segurança.

Sente-a num sistema de retenção adequado ao seu tamanho e estatura, de modo a que o cinto lhe passe pelo ombro, pelo esterno (peito) e pelos ossos ilíacos (ancas).

Se a criança tentar sair do sistema de retenção, pare o carro. Seja firme. Fale com ela para que perceba que não vai consigo, se não cumprir as regras.

  • Escolha o percurso mais seguro até à escola. Treine várias vezes com o seu filho, de modo a identificar os perigos mais visíveis. Explique-lhe as formas de os evitar.

O treino do caminho para a escola deve ser feito com a criança alguns dias antes das aulas começarem e, sempre que possível, é útil repeti-lo algumas vezes durante o ano escolar.

Treinar várias vezes, no início das aulas, os comportamentos mais seguros durante o percurso para a escola, significa fazer exercícios de identificação dos perigos mais visíveis e indicar as formas da criança os evitar. Acompanhe o seu filho tantas vezes quantas as necessárias até que mostre segurança.

Treine o atravessamento da rua apenas em locais mais seguros, mesmo que seja necessário fazer pequenos desvios para a criança utilizar passeios, passadeiras, sinais luminosos, passagens desniveladas, etc.

Treine a criança a atravessar a rua entre veículos estacionados, colocando-se no limite exterior do veículo, de modo a que a criança possa ver o trânsito e ser vista pelos condutores.

Exemplifique os comportamentos sempre de forma correcta, lentamente e em função das capacidades da criança. Peça-lhe sempre para que ela repita a explicação de modo a saber se ela percebeu o que lhe disse.

Diga à criança que os percursos mais seguros não são necessariamente os mais curtos.

Explique claramente à criança que não basta parar e esperar pela vez de passar junto de passadeiras com sinais luminosos. É preciso olhar bem para os dois lados, ter a certeza de que os condutores já a viram e pararam, antes de começar a atravessar a rua.

Ensine a criança que, se ao atravessar a rua junto de sinais luminosos, o sinal vermelho se acender de repente, deve acabar de atravessar, mas sem correr.

Teste o tempo que a criança necessita para chegar à escola. Não a mande para a escola cedo demais, nem muito tarde, porque a pressa provoca distracção.

Verifique os comportamentos da criança a caminho da escola sem que esta saiba que está a ser observada à distância

De vez em quando, volte a fazer o percurso com os filhos para tere a certeza que continuam a estar despertos para os riscos, nos locais mais perigosos

Se levar o seu filho à escola de carro, deixe-o sempre do lado de dentro do passeio, isto é, no passeio em frente da escola. Não o obrigue a atravessar a rua para ir para a escola

  • Acompanhe as aprendizagens do seu filho como ciclista e esteja atento à sua progressiva adaptação às exigências do trânsito, até que já domine as normas de segurança.

As crianças mais velhas, que já sabem andar de bicicleta, só devem utilizar a bicicleta a partir do 5º e 6º ano... nada de correr riscos! E, claro está, que as crianças têm de usar sempre capacete de protecção !

Treine com o seu filho a circular em segurança, habituando-o a identificar as situações de risco e a respeitar as regras.

Verifique com ela a boa manutenção da bicicleta e não permita que a use na falta de condições de segurança.

Ensine-o a ser paciente, seguro e a reconhecer que é um condutor frágil e muito lento.

  • Ajude-o a tomar consciência dos riscos concretos e a assumir atitudes de segurança, tornando-o num condutor defensivo e responsável, como ciclomotorista, motociclista e recém encartado automobilista.

Prepare-o para lidar com as exigências do trânsito e ajude-o a tomar consciência dos perigos e das consequências que pode sofrer com um acidente.

Acompanhe os seus progressos na condução ao nível dos comportamentos que assume em diferentes locais com vários graus de exigência e intensidade de tráfego, bem como circulando com diferentes condições atmosféricas.

  • Sempre que dá um bom exemplo, explique ao seu filho por que o faz porque é uma forma eficaz de realçar os aspectos positivos e negativos da utilização da estrada. É uma ajuda para a sua preparação como utente da estrada responsável!

Demonstre um comportamento defensivo ao volante.

A melhor forma de ensinar o seu filho a ser um utente responsável e seguro é dar bons exemplos.

Faça com que o seu filho o veja obedecer as regras de trânsito.

Seja tolerante, simpático e solidário com os outros condutores e peões. O seu filho está sempre a aprender consigo.

Pode ter a certeza que vai ser estimulante!

Vai sentir que está a dar um contributo concreto para a segurança do seu filho !

O seu filho também vai gostar de treinar estas normas e de fazer exercícios de educação rodoviária.

Quer uma prova ?

Depois dele já saber o caminho mais seguro para a escola, o que é que deve fazer até chegar à escola, peça-lhe para "explicar", a si, o que já aprendeu e como é os adultos também devem comportar-se nos diversos cruzamentos e locais de maior risco.

© 2011 PREVENÇÃO RODOVIÁRIA PORTUGUESA – Todos os direitos reservados

Morada: Estrada da Luz, n.° 90, 1.° andar - 1600-160 Lisboa - Telefone geral: 21 00 36 600 - Fax: 21 00 36 649 - e-mail geral: prp@prp.pt

Optimizado para Microsoft Internet Explorer 5+ / Macromedia Flash 7 / Adobe Reader - Powered by: sharpNet