PRP adere ao Movimento Maio Amarelo

Prevenção Rodoviária Portuguesa junta-se ao Movimento Internacional “Maio Amarelo“, por melhores escolhas na estrada.

Os acidentes rodoviários não são, efetivamente, um “acidente”, mas antes o resultado de uma escolha. 
Pode escolher entre atender ou não uma chamada, respeitar ou não a sinalização, enviar ou não uma mensagem, beber ou não beber, usar cinto de segurança ou não.
A segurança na estrada faz-se todos os dias destas escolhas.É esta a mensagem que a PRP quer passar aos condutores nacionais, associando-se ao Movimento Internacional ‘Maio Amarelo’.
Com a participação de mais de 20 países, este movimento escolheu como símbolo um laço amarelo, à semelhança das campanhas de luta contra o cancro ou contra a sida.
“A escolha tem a intenção de alertar a sociedade para a necessidade de tratar os acidentes rodoviários como um problema de saúde pública”, defende a Prevenção Rodoviária Portuguesa em comunicado enviado às redações.