A 1 de janeiro de 2021, circular a 30 km/h, exceto nas principais artérias da cidade, passou a ser regra geral nas estradas da capital belga. Algumas semanas após esta grande mudança, a Bruxelles Mobilité fez uma avaliação quantitativa inicial das velocidades médias praticadas e dos tempos de viagem.

Esta primeira avaliação é, evidentemente, provisória, mas muito promissora: destaca uma redução da velocidade média de circulação, em Bruxelas.  De salientar ainda que não se verificaram aumentos nos tempos de deslocação em termos de viagens dos utentes durante janeiro deste ano. No entanto, estas informações terão de ser consolidadas nas próximas semanas/meses.

A velocidade média praticada tem diminuindo um pouco por todo o lado em Bruxelas.

Estes dados vêm das velocidades medidas através da tecnologia LIDAR*. A Bruxelles Mobilité comparou, para os últimos meses de 2020 e este mês de janeiro, as velocidades captadas por estes radares em 12 locais da capital (em eixos onde o regime de velocidades não foi alterado de forma a permitir esta comparação antes/depois).

A análise dos dados mostra uma redução rápida e significativa (em média de 9%) nas velocidades médias praticadas, tanto nos eixos a 30 km/h como nos eixos a 50 km/h.

Os tempos de viagem não aumentam.

A Bruxelles Mobilité realizou uma análise dos dados de bordo para comparar os tempos de viagem numa série de trajetos representativos em diferentes horários da semana e do dia.

O resultado? Nenhuma diferença significativa nos tempos de viagem no mês de janeiro em comparação com as últimas 4 semanas de 2020 sem contar com as férias escolares (ou seja, de 23/11 a 18/12/2020). Os tempos de viagem permaneceram mais ou menos estáveis ​​em cada trajeto, independentemente da hora do dia (hora de ponta – fora da hora de ponta).

Monitorização da “Cidade 30”: que outros indicadores são medidos?

  • Nível de conhecimento/adesão ao conceito “Cidade 30”: As sondagens de opinião realizadas por uma entidade independente desde outubro de 2020 e que se prolongam até este verão permitirão à Bruxelles Mobilité determinar a evolução do conhecimento e apoio à medida junto do grande público.

  • Segurança Rodoviária (acidentes): o número de vítimas e a gravidade do acidente, o tipo de utente envolvidos serão analisados ​​de perto. No final de abril / início de maio teremos números parciais da sinistralidade dos primeiros 3 meses de 2021.

  • Ruído + qualidade do ar.

*Light Detection And Ranging’, isto é “deteção de luz e alcance”. Basicamente, esta tecnologia usa uma deteção remota para medir propriedades da luz refletida. A tecnologia como um todo consegue medir a distância correta entre diferentes objetos.