A partir de 2022, os automóveis novos na Europa vão ter de incluir mais oito sistemas de segurança de série.

No próximo ano, a introdução destes sistemas vai permitir evitar até 25.000 mortes nas estradas e mais de 140.000 feridos graves vítimas de acidentes rodoviários na Europa, segundo o Parlamento Europeu.

  • Controlo de Velocidade Adaptativo (ACC): Permite regular e fixar uma, velocidade cruzeiro, com o veículo a circular sem que o condutor precise usar o acelerador. O sistema trava quando deteta um obstáculo e retoma de forma autónoma a velocidade programada.

  • Câmara traseira com deteção de trânsito cruzado: Avisa para a aproximação de veículos quando efetuamos a manobra de marcha-atrás sem visibilidade para um dos sentidos da estrada.

  • Pré-instalação de Alcoolímetro bloqueador de ignição: Não permite o arranque do veículo se o condutor apresentar taxa de álcool no sangue.

  • Sistema de Deteção de Fadiga e de Distração: Consoante o tempo de viagem, este sistema emite um alerta ao condutor para este realizar um intervalo na condução.

  • Sistema de travagem de emergência (AEB): Reduz a velocidade ou trava por completo caso o condutor falhe o abrandamento para o carro da frente.

  • Alerta de saída da Faixa de Rodagem (LDW): Através de um alerta sonoro, luminoso ou vibratório, este recurso informa que o veículo está a sair da faixa de rodagem.

  • Caixa negra: Como nos aviões vai registar dados do automóvel e da estrada para consulta em caso de acidente.

  • Alerta de cinto de segurança nos lugares traseiros.