Um estudo observacional de pequena escala em França revelou que, em média, os condutores de pesados passam 9% do tempo de condução ao telemóvel.

pesquisa foi realizada pela agência de pesquisa independente Cerema em nome da Associação Francesa de Empresas de Autoestradas (ASFA), e envolveu a instalação de câmaras internas e externas nas cabines dos pesados. Os condutores estavam cientes de que o seu comportamento estava a ser registado.

Em média, os condutores recorreram ao telemóvel dez vezes por hora enquanto conduziam, com uma duração média de uso de 32 segundos, de acordo com a pesquisa.

A duração do período em que os condutores pararam de olhar para a estrada foi de 2,4 segundos em média, com um máximo de sete segundos, representando distâncias de 60 e 175 metros percorridas a 90 km/h respetivamente, “às cegas”.

A ASFA alertou que o aumento da distração faz parte de uma maior degradação dos comportamentos dos utentes da estrada desde a pandemia de Covid-19. 136 pessoas morreram nas autoestradas francesas entre 1 de janeiro e o final de setembro de 2022, em comparação com 126 no mesmo período de 2019, o último ano comparável em termos de tráfego.

Leia mais sobre a temática da Distração